Dicas

19/03/2021 / 1 ano atrás

Qual Bota de Trilha Comprar?

Qual Bota de Trilha Comprar?

Pensando em cair na estrada? Mochila pronta, cardápio feito, rota traçada, mas peraí... qual calçado devo usar???

No título utilizei a palavra bota por esta ser a principal pergunta, mas o calçado ideal não é uma regra. Ao longo dos anos, tanto no atendimento aqui na Gaudério Adventure, quanto nos cursos de aventura que leciono pela Acampamento Base e também nas minhas expedições particulares, percebi que não é uma ciência exata esta escolha.
Entre as opções mais vistas, estão as botas, tênis e sandálias. Para ajudar na escolha do seu calçado ideal, irei apontar aqui a grande diferença entre cada um destes “pisantes”:

  • Bota – Este seria o calçado coringa, indicado para qualquer situação ou terreno. As botas oferecem maior proteção ao pé e também ao tornozelo. Numa caminhada curta tu não vais sentir fraqueza nas articulações, mas caso o trajeto seja longo, com vários dias de empreitada, tu conseguirás perceber que os pés poderão começar a tremer quando exigido certa firmeza e é nesta hora que as botas farão toda a diferença. Além disso, o uso das botas é “quase” obrigatório em caminhadas com mochila cargueira, justamente pelo mesmo motivo citado acima, mesmo curtas e também para trekkings em região de montanha. No caso das montanhas, além da firmeza necessária para transpor o terreno, as longas subidas e descidas possivelmente farão com que surjam lesões nas suas articulações e as botas ajudarão na prevenção. Outro fator importante para o uso de botas em montanhas é a proteção de lesão causada por corte com pedras afiadas e soterramento dos pés. As regiões montanhosas possuem muitos cacos de pedras, pois ao haver o degelo, a água infiltra na rocha e quando congela novamente a pressão da expansão da água, faz com que a pedra lasque gerando milhões de novos cacos a cada ano.
  • Tênis – É rotineiro conversar com amigos que prefiram utilizar tênis ao invés de botas. Não é certo nem errado, ou melhor, não há certo ou errado. Opte sempre por tênis ou botas provenientes de marcas próprias para aventura, isso sim é uma escolha certa!
    Partindo deste ponto, um tênis construído para trekking vai te proporcionar excelente firmeza e amortecimento, porém a exposição dos pés ao terreno é muito maior e vai faltar aquela firmeza nos tornozelos que foi citada anteriormente ao longo de grandes jornadas ou carregando mochila pesada. A grande vantagem é a leveza, sistema de amortecimento e a refrescância.
  • Papetes/sandálias – Calçados excelentes para usar no acampamento. Para deslocamento, utilize estes modelos apenas se for alguma travessia urbana, para algum dia de caminhada leve, de regeneração. O ideal é ter uma bota ou tênis nos pés e uma sandália, ou até mesmo um "Crocs", na mochila para estas ocasiões. Este tipo de calçado basicamente não oferece proteção aos seus “pneus”, ou seja, carro com pneu furado não anda, assim como aventureiro com pé machucado também não.

Outra dúvida muito comum é se o calçado deve ser impermeável. A resposta para essa pergunta depende muito do clima. Em geral os calçados impermeáveis são mais quentes e na maioria das vezes os terrenos mais pedregosos são em montanhas, que por fim, também em sua maioria, são em regiões mais frias. Resumindo, se as suas aventuras tendem a ser em regiões frias opte por tênis ou botas impermeáveis que ajudarão na manutenção dos seus pés. Pé frio é sinônimo de corpo frio!

Um dos únicos pontos que saliento em que é praticamente obrigatório o uso de botas (além de alta montanha) é durante travessias de rio. Tu não vais conseguir enxergar o fundo e pode acontecer de seu pé cair numa “armadilha de pedra” que são aqueles buracos onde o pé escorrega e fica entalado. Normalmente os ossos do tornozelo são esmagados nestes eventos, sem contar o risco de afogamento acrescentando a força da corrente e profundidade da água.

Sempre cruze rios utilizando calçados. Se os seu tênis ou bota molhar, não faz mal. Ao sair da água retire o excesso de líquidos, confira suas meias e não deixe rugas no tecido, volte a calçar seu pisante e caia de novo na estrada. Seu corpo é uma máquina de secar natural que vai manter sua indumentária na casa dos 37°C e logo logo voltará a estar seco novamente. Os pés precisam pelo menos de 08 horas completamente secos. Fique atento à isso e siga na trilha!

Sobre o tamanho do calçado, comprar um número maior ou não... mais uma vez, não há regra! O que sempre indico e tem se mostrado um bom método, é provar o tênis e erguer um dos pés. Ao tirar o peso do corpo sobre o pé erguido, tente passar seu dedo indicador entre o seu calcanhar e o calcanhar do tênis, ou bota, do pé que não está no chão. Esse método indica que tu tens um bom espaço para que a dilatação do membro ocorra tranquilamente.

Aqui na Gaudério Adventure tu vais encontrar botas, tênis e sandálias da Salomon, The North Face e Columbia. Cada modelo com sua especificidade. Converse comigo ou com a nossa equipe para escolher o modelo perfeito para seu pé e também para os terrenos por onde vocês passarão!

Aproveito para divulgar o livro que escrevi com todas as informações que tu vais precisar para organizar e executar expedições de trekking, bike e caiaque. O Manual do Aventureiro está disponível na versão Ebook no site da Amazon.


Entre em contato conosco através do WhatsApp (54) 9981 4842 ou e-mail murilo@gauderioadventure.com.br e tire suas dúvidas.


Sugestões de leitura:
Pé Frio = Corpo Frio
Bastão de Caminhada: Para o quê serve, como funciona e como regular


Murilo Basei
Escritor do livro Manual do Aventureiro
Proprietário da loja Gaudério Adventure
Instrutor da Acampamento Base – Cursos e Expedições

Conta pra gente o que achou!

0 comentário

Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é 2 + 0?

NEWSLETTER

Digite seu e-mail

Não se preocupe, também não gostamos de SPAM :)