Dicas

27/09/2021 / 9 meses atrás

Bastão de Caminhada - Para o quê serve, como funciona e como regular

Bastão de Caminhada - Para o quê serve, como funciona e como regular

Com o aumento da procura por roteiros de trekking e também caminhos como o de Santiago de Compostela, Caminhos de Caravaggio, Caminho da Fé entre outros, entenda para quê serve, como funciona e como regular seus bastões de caminhada.

Quando tu procuras um veículo para transpor todos os tipos de terreno o ideal é um 4x4. Para nós, veículos de tração humana o mesmo pode ser considerado pois com um par de bastões estaremos puxando na “quatro rodas”. 

Para entender um pouco mais sobre o desempenho ganhado, funções e regulagem, confira a parte do livro Manual do Aventureiro onde o assunto é justamente os teus novos parceiros de aventura, os bastões de caminhada!

“Os bastões de caminhada são excelentes ferramentas para vasculhar terrenos com incertezas como poças e rios, defesa de animais que possam vir a te atacar, mas principalmente para melhorar a sua eficiência quando se tem um determinado terreno a cobrir. Eles ajudarão a distribuir o peso do corpo com o dobro de pontos de ancoragem. São excelentes para caminhada em terrenos planos, descidas e subidas, fazendo com que você tenha um ganho de rendimento de até 30%.

O ideal é que os bastões tenham uma regulagem para cada pessoa e também, para cada tipo de terreno.

Com os bastões em mãos e com as emendas livres para regulagem, mantenha os braços em formato de “L” desde o ombro até o punho. Juntando os cotovelos com a parte inferior e lateral das costelas, estique os antebraços para frente, de maneira que fiquem retos. A altura entre a sua mão e o chão é a medida ideal do seu bastão. Para facilitar, faça esse procedimento com apenas um bastão e aí então, depois de regulado, passe a medida para a outra peça.

Lembre-se que esta regra de manter o “L” deve ser mantida em terrenos planos, aclives ou declives. Para tanto, se o terreno for uma descida, repare que os bastões necessitarão ajuste de aumento. Antes de iniciar a baixada, faça o mesmo movimento de regulagem e aumente o tanto necessário para que o ângulo de 90º do seu braço se mantenha. O mesmo deve ser feito para subidas, porém, diminuindo a extensão dos bastões.

Em terrenos emaranhados com mata fechada, galhos e cipós, pode ser considerado o uso de apenas um bastão ou nenhum. Neste caso, recolha o bastão ao tamanho mínimo e prenda-os nos suportes destinados aos bastões na sua mochila.
Se no terreno existir capim navalha, aquele que corta a pele ao passar, utilize o bastão para baixar a mata a frente. Com uma camiseta de manga longa, estique o braço segurando o bastão de maneira que forme um “T” em relação ao seu braço e cubra a mão com a extensão da camiseta. Incline o “T” de acordo com a necessidade, empurrando o capim navalha fazendo com que o capim não encoste no seu corpo.


Para ler mais sobre técnicas de expedições e aventura acesse o livro completo Manual do Aventureiro ou entre em contato conosco para participar de algum dos nossos cursos.
Se tiveres dúvidas mais pontuais, por favor, entre em contato conosco através do WhatsApp (54) 99924-2043 ou e-mail murilo@gauderioadventure.com.br
Murilo Basei
Escritor do livro “Manual do Aventureiro” 
Proprietário da loja Gaudério Adventure
Instrutor da Acampamento Base – Cursos e Expedições
 

Conta pra gente o que achou!

0 comentário

Deixe seu comentário

Comentário

Nome

E-mail

Quanto é 4 + 3?

NEWSLETTER

Digite seu e-mail

Não se preocupe, também não gostamos de SPAM :)